DECA INVESTE
EM AGILIDADE
E EXCELÊNCIA
DE SERVIÇOS

Lojas que vendem pela
internet impulsionam
retorno das operações com
segurança em todas as
unidades

Diante das incertezas geradas pela pandemia de coronavírus e da significativa redução das vendas, a Deca tem adotado todas as medidas recomendadas de prevenção e, ao mesmo tempo, colocado em prática ações voltadas à retomada da atividade econômica, após a flexibilização das medidas de quarentena.

Marcelo Izzo, VP da Unidade de Negócio Deca, reconhece que o cenário de curto prazo ainda é bastante adverso, mas destaca que a companhia está trabalhando para, lá na frente, estar mais preparada e estruturada. “Olhamos para o cenário e nos questionamos qual oportunidade ele nos trazia. A partir daí, nos estruturamos para, na retomada, estarmos mais bem preparados e fortes, a fim de minimizar o impacto desta crise. Em outras palavras estamos tentando fazer desse limão uma limonada”, afirma.

Em todo o país, a maior parte das lojas que comercializam os produtos da Deca busca vender por meio da internet ou atender os consumidores sem que eles precisem sair do carro. Nesse contexto, o plano da Deca se concentrou na recuperação dos estoques, de modo a reduzir significativamente o tempo entre o pedido e a entrega das encomendas. Além disso, ações vêm sendo implementadas para aprimorar o relacionamento e o atendimento aos clientes. “Assim, ganhamos agilidade e fortalecemos a confiança que os varejistas precisam para poder investir na oferta dos nossos produtos”, afirma o diretor Comercial, Cleonyr Xavier.

Ele conta que sua equipe reforçou a parceria com os clientes, negociando prazos, contribuindo para o desenvolvimento dos canais digitais e elaborando conjuntamente campanhas que têm a Deca como protagonista. “Temos uma grande marca e uma equipe talentosa e com energia sempre em alta, pronta para se transformar e crescer, mesmo em um momento tão desafiador”, destaca Xavier.

ATENÇÃO AO MERCADO

Em todas as unidades da Deca, foram colocados em prática procedimentos de prevenção e protocolos de higienização para garantir a saúde dos colaboradores. Desse modo, foi possível manter a maioria das linhas de produção operando, parcialmente e de forma segura. “Para decidir, levamos em consideração fatores como o contexto da região e o nível dos estoques e as características de cada unidade”, explica Marco Milleo, diretor Industrial da Deca.

Após essa primeira etapa de enfrentamento da COVID-19, foram implementadas medidas de retomada integral das atividades, com base no monitoramento da dinâmica e das necessidades do mercado, que vem apresentando sinais de recuperação.

Uma preocupação adicional da Deca foi garantir o acesso dos consumidores a itens que ganham ainda mais importância durante a pandemia. “É preciso que as pessoas encontrem os artigos necessários para fazer a manutenção de seus chuveiros e dos seus banheiros, por exemplo, pois isso ajuda a manter e reforçar os hábitos de higiene”, explica Milleo.